Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cronicamente Fabulosa

A descoberta do desconhecido na companhia da fibromialgia

Cronicamente Fabulosa

A descoberta do desconhecido na companhia da fibromialgia

Uma bomba chamada cortisona

por AF, em 05.01.17

Não, desculpem. Preciso de corrigir já este erro para o caso de algum médico ler e ficar com a sensação de que sou ignorante.

Portanto, passo a explicar que o nome verdadeiro desta bomba é corticóide. Qualquer ideia em contrário é fruto de pura ignorância (citando um certo reumatologista).

A minha história com esta (nada) maravilhosa droga "curandeira" começa muito antes de eu ter noção das consequências que sofreria após um tempo a tomá-la. A verdade é que nenhum médico que alguma vez ma prescreveu se deu ao trabalho de me explicar os efeitos secundários. Afinal, é muito mais fácil espetar uma agulha na veia e enfiar para lá cortisona. Ups, desculpem senhores doutores. Erro meu.

A minha teoria é (e corrijam-me se estiver errada) que quando eles não sabem bem o que se passa atiram logo a bomba para cortar o mal pela raiz. Só que a raiz cresce outra vez e agora está infectada.

Por minha experiência própria, ao tomar o santo corticóide consegui engordar logo no espaço de um mês pelo menos 12 kg. Se este número não é muito para vocês então não sei o que é. Isto já para não falar do fatídico dia em que levei 100 mg de uma vez só e inchei que nem um peixe-balão. Querem uma mudança de visual instantânea? Então tomem cortisona! Acho que vou enviar esta brilhante ideia de marketing para uma empresa qualquer e assim ainda consigo lucrar com a minha própria desgraça.

Mas não é só visualmente que ficamos afectados. Os efeitos secundários são tantos que o medicamento consegue fazer pior aos pacientes do que os ajudar minimamente. Acham que estou a brincar?

«Aumento de apetite e peso, portanto engorda

Retenção de liquido

Depósitos de gordura nos seios, rosto, em cima das costas e na barriga

Retenção de água e de sal, causando pernas inchadas

Pressão arterial alta (hipertensão)

Diabetes porque aumenta os níveis de açúcar no sangue

Marcas pretas e azuis na pele

Cicatrização de lesões mais lentas

Em mulheres pode causar atraso do ciclo menstrual

Osteoporose

Problemas de visão, como catarata nos olhos

Doenças de pele como acne

Fraqueza muscular

Afinamento da pele

Aumento das chances de desenvolver infecções

Úlceras estomacais

Aumento da transpiração

Náusea

Mudanças de humor e insónia

Problemas psicológicos como depressão

Crise adrenal

Eritema, vermelhidão, urticária e coceira por exposição prolongada ao sol

Redução do número de linfócitos no sangue

Altas doses de cortisona podem causar danos ao fígado, porque eles causam hepatotoxicidade

Herpes simples, se não está associado com outros medicamentos sob supervisão médica»*

Pois é meus caros, não é nada bonito mas foram algumas destas consequências que eu tive de suportar durante meses. Para quem acha que engordei apenas porque não fecho a boca e só como porcarias então tenho uma óptima notícia para vocês: não foi!

E mesmo após tantos meses sem a tomar ainda não voltei ao normal. O pior de tudo é saber que nem uma única vez me tiraram as dores. Nisto devo agradecer aos santos calmantes e relaxantes musculares que me davam, nas constantes viagens às urgências do hospital, e diziam que era tudo obra milagrosa da cortisona. Hilariante.

Até os mandava para um sítio, mas como sou educada vou-me calar e continuar fabulosa. Sempre.

lidow_20171523334549.jpg

 

 

* Nota: qualquer informação adicional (tal como a lista mencionada acima) sobre os efeitos secundários dos corticóides pode ser encontrada aqui.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D