Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cronicamente Fabulosa

A descoberta do desconhecido na companhia da fibromialgia

Cronicamente Fabulosa

A descoberta do desconhecido na companhia da fibromialgia

Lições importantes.

por AF, em 17.07.17

Como em todas as tempestades, aparece sempre o sol e um arco-íris.

Nestes sete meses em que vos contei a minha história, e me fartei de reclamar sobre a minha querida amiga fibromialgia, nunca houve uma vez em que vos dissesse que estava bem.

Hoje, é com grande alegria que admito que estou há uma semana sem dores. Bom, confesso que ontem foi um dia complicado mas não podia perder a oportunidade de mostrar que também existe o lado bom nesta doença.

Passei umas semanas complicadas. Estive de baixa médica em casa, sem poder trabalhar e a sentir-me completamente abandonada pelo nosso sistema de saúde. Senti que mesmo muito contrariada, lá veio a ajuda na forma de milagrosas "drogas". Enfim, o que for preciso para me sentir bem.

Voltei ao activo apenas há uns dias. Estou cansada, não nego que os últimos dias foram esgotantes o que é completamente normal tendo em conta que perdi aquele ritmo que é preciso ter para ser eficiente. Devagarinho vou voltar e ainda com mais forças.

O facto de ter ido completamente abaixo como nunca foi antes apenas serviu para me ensinar que eu realmente adoro o que faço como trabalho e gosto de levar alegria e magia às pessoas que cruzam a minha vida todos os dias. Também me apercebi que gostava de ser uma pessoa melhor, mais motivada, mais produtiva, mais... forte. Por isso tenho lutado e vou continuar a lutar para que todos os meus objectivos se concretizem.

É aqui que se torna importante aquilo que estou a dizer. Vão sempre haver dias maus nas nossas vidas. Seja o que for que vos atormenta, seja doença física, mental, seja qualquer outra coisa. Mesmo que vocês sejam pessoas completamente normais e não tenham muitas preocupações na vida (e é mesmo o que desejo para todos) haverá sempre aquele dia em que se vão sentir em baixo. Vão sempre cair. Vão sempre haver dúvidas, medos, a vontade de se deitarem na cama e não acordarem mais. Mas sabem que mais? Isso passa.

A tempestade passa. O pesadelo acaba. Nada na vida é para sempre e é isso que temos que perceber. Hoje podemos estar lá no fundo do poço sem conseguir ver a luz mas amanhã sem nos apercebermos estamos a trepar as paredes em direcção à liberdade.

A lição mais importante da vida é essa. Tudo é efémero. O que é mau pode vir mas também se vai logo embora. Basta-nos continuar a lutar e nunca desistir. Temos de que nos descobrir e encontrar a força escondida dentro de nós.

Hoje é um dia bom.

E eu vou lutar para que os restantes também o sejam.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D